Artigos

A “REGRA DE OURO” DO NAMORO CRISTÃO


Você já tentou listar todos os diferentes conselhos sobre namoro cristão que você já tenha ouvido, mesmo que os conselhos sejam apenas de outros cristãos?


▪Namore pelo menos um ano.

▪Não namore por mais de um ano.

▪Namore exclusivamente acompanhado.

▪Tenha certeza de que você está tendo bastante tempo a dois.

▪Não beije antes do casamento.

▪ Como você vai saber se não há “química” sem beijo?

▪ Deixe os limites bem claros.

▪ Não tente seguir as regras dos outros.

▪Gastem muito tempo juntos.

▪Tenha cuidado com a quantidade de tempo que passam juntos.

▪Namore várias pessoas antes de se comprometer seriamente.

▪Não namore ninguém a menos que você esteja pronto a se casar com esta pessoa.


Eu poderia ir em frente, e se você é parte de algum tipo de comunidade cristã, você também poderia.

Apesar de estarmos seguindo Jesus, e lendo a mesma Bíblia, e visando a aliança de um casamento, nossos conselhos para o namoro podem ser surpreendentemente amplos e diversos. Um Deus, uma só fé, um batismo - e bilhões de tipos de namoro diferentes.


A primeira regra no namoro.


“A primeira regra no namoro é a primeira regra em toda a vida.” Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças “(Marcos 12:30-NVI). Você não amará alguém verdadeiramente se você não amar à Deus acima de todas as coisas e mais que tudo. E ninguém te amará verdadeiramente se não amar a Deus mais do que ama à você.


O primeiro passo do namoro deve sempre ser o passo da fé que nós tomamos em direção ao Senhor, Salvador, e maior tesouro, o Rei Jesus. Ele conquista nosso coração; encontramos a nossa mais profunda alegria n'Ele. Nós escondemos nossa alma n'Ele, e paramos de tentar nos salvar ou dar prova de nós mesmos. Dedicamos nossas mentes a conhecê-lo cada vez mais, E rogamos a Ele para que conforme a nossa mente à sua vontade. Colocamos todas as nossas forças em seu objetivo e plano para nossas vidas: fazer discípulos que o amem com todo o seu coração, alma, mente e força.


Se nosso coração não está nisso - se a nossa alma já não estiver segura pela fé, se a nossa mente estiver distraída e focada em outras coisas menores, se a nossos maiores esforços estiverem sendo gastos nas coisas deste mundo - trabalhos, esportes, compras, entretenimento, relacionamentos, e não em Deus - Nós simplesmente não namoraremos bem.


Você deseja namorar e se casar bem? Ouça a Jesus, e “ Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.” Busque-o primeiro (Mateus 6:33 NVI), e o namoro será acrescentado de acordo o perfeito plano e tempo d'Ele.


A regra de ouro em namoro


Mas depois de abraçar e aplicar o primeiro e maior mandamento, descobri que a regra de ouro no namoro é esta:


“Apoie-se firmemente nas pessoas que te conhece melhor, que mais te amam e que te dirão quando você estiver errado.''


Essa não é a primeira regra, porque em absolutamente todas as áreas da vida -cada decisão, cada chamado, cada relacionamento, cada sonho - devemos começar com o que pensamos e sentimos sobre Deus. Nós o amamos mais do que tudo? Nós o obedeceremos, mesmo quando isso nos custar? Estamos dispostos a deixar de lado alguma coisa por sua causa? Confiaremos n'Ele, mesmo quando queremos outra coisa para nós mesmos?


Não é a primeira regra, mas eu descobri que é a "regra de ouro" que mais frequentemente faz a diferença entre relacionamentos de namoro cristão saudável e o não saudável. Se você não é um cristão - se você não tratou com Deus antes de de um namoro - você não tem chance de ter um relacionamento cristão verdadeiramente saudável com outra pessoa. Mas mesmo se você é um cristão, ainda há mil maneiras sutis ou descaradas de rejeitar a sabedoria de Deus e cair em pecado.


A chave será apoiar-se em outros cristãos que o conhecem melhor, o amam e não hesitarão em dizer quando você está cometendo um erro ou se afastando da vontade de Deus para você.


A terceira direção que todos precisamos


Hoje mais do que nunca, somos nos deparamos com um “buffet” interminável de opiniões e conselhos que tem algo a dizer sobre tudo mas ainda nos permite escolher a resposta que queremos.

▪Até onde devemos ir fisicamente antes do casamento?

▪Quanto tempo devo começar a namorar depois de uma separação?

▪Que coisas devo procurar em um cara?

▪O que as meninas estão procurando em um cara?

▪Casais devem viver juntos antes de se casarem?


Não teremos dificuldade em encontrar uma resposta (ou uma dúzia de respostas) a qualquer uma das nossas perguntas nos relacionamentos. A realidade assustadora é que podemos encontrar uma resposta em algum lugar para justificar o que queremos fazer - certo ou errado, seguro ou inseguro, sábio ou imprudente. O conselho que escolhemos pode ser de um livro de um médico, ou uma conversa aleatória com alguém na igreja, ou um post no blog de um adolescente, ou apenas algo que encontramos no Pinterest. Para muitos de nós, se somos honestos, realmente não importa quem está oferecendo o conselho, desde que confirme o que pensávamos ou queríamos em primeiro lugar.


Pensamos estar aprendendo de outros enquanto nós vagamos por todo o material online, mas somos frequentemente entregues aos nossos anseios e ignorâncias. Nós deixamos a segurança do consultório médico e escolhemos a liberdade e a facilidade da loja de conveniência do posto de gasolina. Em vez de obter a perspectiva qualificada e direção que precisamos desesperadamente de pessoas ao nosso redor, nós andamos comendo doces no jantar, lavando tudo com refrigerante, (o texto faz referencia ao refrigerante americano Doctor Pepper).


Um verdadeiro relacionamento, com uma verdadeira prestação de contas mutua de suas vidas, pode não oferecer a mesma quantidade de informações ou conselhos, e você nem sempre gostará do que o outro tem a dizer, mas trará uma nova dimensão crítica para o seu namoro: Os que conhecem você- seus pontos fortes e fracos, seus sucessos e fracassos, suas necessidades únicas. Essas pessoas sabem que você é pecador, e que pecadores que nunca estão são confrontados ou frustrados por verdades inconvenientes, são pecadores que estão se afastando cada vez mais de Deus e não na direção d'Ele.


A verdade é que todos nós precisamos de uma terceira direção- na vida e no namoro - pessoas que realmente nos conhecem e nos amam, e que querem o que é melhor para nós, mesmo quando não é o que queremos no momento.


As vozes que precisamos mais


Namorar frequentemente nos isola de outros cristãos em nossas vidas. Quanto mais próximos nos tornamos de um namorado(a), mais afastados somos de outros relacionamentos importantes. Satanás ama e encoraja isso cada momento. Uma maneira de caminhar sabiamente no namoro é opor-se a absolutamente tudo o que Satanás possa querer para você. Combater o impulso de namorar isolados, e em vez disso incentive um ao outro para esses relacionamentos importantes. Aposte em dobro em família e amigos - com afeto, intencionalidade e comunicação – durante o namoro.


As pessoas realmente dispostas a me fazer responsável pelo namoro foram meus melhores amigos. Eu tive muitos amigos ao longo dos anos, mas os que estavam dispostos a pressionar, fazer perguntas mais difíceis e oferecer conselhos indesejados (mas sábios) são os amigos que eu mais respeito e valorizo.


Eles interviram quando eu estava gastando tempo demais com uma namorada ou começava a negligenciar outras áreas importantes da minha vida. Eles levantaram uma bandeira de alerta quando o relacionamento não parecia saudável. Eles sabiam onde eu havia caído antes em relação à pureza sexual, e eles não tinham medo de fazer perguntas para me proteger. Eles me apontaram incansavelmente para Jesus, mesmo sabendo que isso poderia me deixar chateado – me lembravam sobre não colocar minha esperança no relacionamento, buscar a paciência e pureza, e a me comunicar e liderar bem.


Essas pessoas não me protegeram de todos os meus erros ou fracassos - ninguém pode - mas eles desempenharam um papel importantíssimo em me ajudar a amadurecer como homem, namorado e agora marido. E eu gostaria de tê-los ouvido mais durante o namoro.


Alegre, Corajosa Responsabilidade


Minha regra de ouro no namoro é um convite caloroso, mas impopular para a prestação de contas - para suportar verdadeira e consistentemente os fardos uns dos outros na busca do casamento: “Levem os fardos pesados uns dos outros e, assim, cumpram a lei de Cristo.” (Gálatas 6:2-NVI) Talvez esse termo - prestação de contas- tenha se esvaído ou ficado ultrapassado na sua vida. Mas ser responsável é ser autenticamente, profundamente, consistentemente conhecido por alguém que se preocupa o suficiente para nos impedir de cometer erros ou de ser indulgente tolerante com o pecado.


Somente as pessoas que amam Cristo mais do que a você terão a coragem de dizer que você está em um relacionamento errado - errado sobre uma pessoa, errado sobre o tempo, errado sobre o que quer que seja. Só eles estarão dispostos a dizer algo duro, mesmo quando você estiver feliz e apaixonado. A maioria das pessoas vai “flutuar” junto com você, porque eles estarão animados por você, mas você necessita de muito mais do que emoção- pois você já tem muito disso em você. Você precisa desesperadamente da verdade, sabedoria, correção e perspectiva.


A Bíblia nos adverte a tecer todos os nossos desejos, necessidades e decisões dentro da família que nos ama e nos ajudará a seguir Jesus - uma família que Deus constrói para cada um de nós numa igreja local “E consideremo-nos uns aos outros para incentivar-nos ao amor e às boas obras:”Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas encorajemo-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês vêem que se aproxima o Dia.”(Hebreus 10: 24-25).


Deus enviou você - sua fé, seus dons e sua experiência - para a vida de outros crentes para seu bem. Para encorajá-los: " Exortamos vocês, irmãos, a que advirtam os ociosos, confortem os desanimados, auxiliem os fracos, sejam pacientes para com todos. " (1 Tessalonicenses 5:14-NVI). Para desafiá-los e corrigi-los: "Habite ricamente em vocês a palavra de Cristo; ensinem e aconselhem-se uns aos outros com toda a sabedoria, e cantem salmos, hinos e cânticos espirituais com gratidão a Deus em seus corações." (Colossenses 3:16-NVI). E edificá-los: " Por isso, exortem-se e edifiquem-se uns aos outros, como de fato vocês estão fazendo." (1 Tessalonicenses 5:11-NVI).


E apesar de parecer inconveniente, desnecessário, inútil e até mesmo desagradável às vezes, Deus enviou homens talentosos e experientes, homens e mulheres que amam a Cristo, para o seu bem - e para o bem de seu namorado(a) (e se Deus quiser, seu futuro cônjuge). O Deus que envia esses amigos e familiares para nossas vidas sabe o que precisamos muito melhor do que nós jamais saberíamos.


Todos nós precisamos de amigos e conselheiros corajosos, persistentes e esperançosos nas perigosas e obscuras águas do relacionamento. Apoie-se consistentemente nas pessoas que o conhecem melhor, o amam e lhe dirão quando você estiver errado.



Autor: Marshall Segal

Postagem Original: The Golden Rule in Christian Dating

Tradução: Jéssica Sayuri Sumizono Rafael

Revisão: Ludmila Yuki Sumizono Vieira



Baixe o aplicativo Perguntar Não Ofende e continue acompanhando nossas postagens!
Google Play: https://goo.gl/TMJtQI
Apple Store: https://goo.gl/gx2z7b



Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir os artigos em qualquer formato, desde que informe o(a) autor(a) e a fonte do artigo, bem como as fontes intermediárias, inclusive o Projeto Perguntar Não Ofende. Não é permitido: a alteração do conteúdo original e a utilização para fins comerciais.


Caso você queira fazer alguma reclamação, bem como alguma crítica ou sugestão, envie-nos um email para: pno@pipg.org